Ano VII - 2007/2013 - BLOG FENÔMENOS SOBRENATURAIS - Developed by IVSON DE MORAES ALEXANDRE - VOLTA REDONDA - ESTADO DO RIO DE JANEIRO - BRASIL.
Seja bem-vindo. Hoje é

sábado, 13 de fevereiro de 2010

Fenômenos Inexplicáveis

A ciência tem permitido curar doenças, explicar muitas coisas sobre o mundo, a vida e os seres humanos. Mas, a ciência não pode explicar tudo que nos rodeia. Os cientistas nunca poderão saber exatamente como começou o universo ou ajudar a resolver questões da fé. Assim como em questões do mundo paranormal. Ainda que a ciência possa explicar muitos fenômenos estranhos, alguns mistérios continuam sem solução. Talvez, alguns destes fenômenos serão um dia plenamente compreendidos, assim como muitas coisas que há poucos séculos eram completamente desconhecidas e inexplicáveis (como causas de doenças) e agora são de conhecimento público.

10- A Conexão Corpo/Mente

Segundo Chaplin, a mente pode ser entendida como os processos de percepção, pensamento, recordação e comportamento inteligente. A ciência médica está apenas começando a compreender como a mente afeta o corpo. O efeito placebo, por exemplo, revela que às vezes as pessoas podem sentir alívio dos sintomas de doenças tomando uma pseudo-medicação ou seguindo uma terapia, pois só de pensar que lhes tenham sido prescritos algo já se gera efeitos ao corpo. A capacidade do corpo de se curar é muito mais surpreendente do que qualquer coisa que a medicina moderna pode criar.

Além disso, há entre o corpo e a mente elementos que até hoje não foram desvendados, por exemplo, será que sua consciência é verdadeira? Ou tudo mora na glândula pineal deonde vem todos nossos anseios? Se as coisas estão onde os seus efeitos se originam. Logo, o pensamento vem do cérebro, que é a origem do comportamento. CONTRADIÇÃO? Se a mente fosse completamente externa ao corpo físico, seria difícil entender como seus atributos se associam com propriedades do cérebro físico; Devemos buscar respostas mais profundas nas estruturas materiais físicas e reais que constituem o cérebro.

9- Poderes psíquicos e a percepção extra-sensorial

Os poderes psíquicos e de percepção extra-sensorial estão entre os dez maiores fenômenos inexplicáveis desta lista simplesmente porque que os cientistas não têm sido capazes de explicar porque é que há pessoas que dizem “sim” e levá-las realmente tê-las. Há pesquisadores tentando provar que há pessoas que afirmam ter poderes psíquicos, embora os resultados científicos em condições controladas até agora têm sido negativos ou ambíguos. Alguns argumentam que os poderes psíquicos não podem ser testados ao menos que sejam na presença de pessoas céticas. Se assim for, será muito difícil para a ciência para ser capaz de provar ou refutar a existência de poderes psíquicos.

8- Experiências próximas da morte ou a vida depois da morte

Algumas pessoas que chegaram perto da morte, por vezes, relatam experiências místicas diversas (como entrar num túnel e caminhar até uma luz, reunir-se com seus entes queridos, um sentimento de paz, etc) que pode sugerir uma existência mais além do túmulo. Embora estas experiências sejam profundas, não retorna como uma prova ou informação verificável “para além do túmulo.” Os céticos sugerem que as experiências são explicáveis como uma natural e previsível alucinação de um cérebro traumatizado por aquilo que aconteceu, mas não há nenhuma maneira de saber ao certo se isso realmente acontecer perto de ser a morte ou se são realmente visões do “outro lado”.

7- OVNIs

A palavra OVNI quer dizer “Objeto Voador Não Identificado”. Não cabe duvidar que há muitas pessoas que vêem coisas no céu que não podem ser identificadas, de aviões a balões-sonda de meteoritos. Assim, uma vertente da ufologia mundial acredita que parte dos registros visuais dos chamados “discos voadores” são, na verdade, registros visuais de aeronaves terrestres em forma de disco, que desde meados dos anos 40 têm sido estudadas, construídas e testadas. Projetos secretos, que explicariam, em tese, a negativa das Forças Armadas diante de indagações sobre discos voadores. Cerca de 90% dos relatos registados em todo o mundo são explicados pela ciência, incluídos nesse valor os embustes, relatos fictícios e provas documentais forjadas. Sobre qualquer um desses objetos nunca foram apresentadas provas oficiais de objetos voadores não identificados a partir do espaço ou de outros planetas. No entanto, embora cuidadosas investigações tenham revelado causas conhecidas para a maior parte dos relatórios sobre avistamentos, alguns incidentes OVNI continuam sem explicação.

6- Deja vu
Deja vu é uma expressão francesa que significa “já visto”, referindo-se à intrigante e misteriosa sensação de ter experimentado um conjunto específico de circunstâncias de que já foi se vivenciou aquilo antes. Uma pessoa pode entrar um edifício, por exemplo, em um país estrangeiro que não tinha visitado antes e preocupantemente sentir uma sensação de familiaridade. Alguns atribuem o Deja Vu psíquico a experiências de vidas anteriores, mas o fenômeno em si continua um mistério. Há uma vertente que diz que é possível que a sensação seja disparada por ação neuroquimica no cérebro não estando ligada a nenhuma experiência do passado. Sente-se estranho e associa a sensação com já ter experimentado isso antes, mesmo se a experiência é completamente nova. Ou seja, déjà vu pode não envolver um falso reconhecimento de algo que já se viu antes. A sensação de déjà vu é comum entre pacientes psiquiátricos. Também precede ataques de epilepsia do lóbulo temporal. E, em 1955, quando Wilder Penfield fez a sua famosa experiência na qual estimulava eletricamente lóbulos temporais, encontrou um bom numero de experiências de déjà vu.

5- Fantasmas

A aparição de fantasmas faz parte da nossa cultura e folclore de muitos séculos. Muitas pessoas têm relatado aparições vendo estranhas sombras ou seus entes queridos já mortos. Embora a definitiva prova da existência de fantasmas permaneça evasiva, ainda há testemunhas que relataram vendo, fotografando, e até mesmo comunicando-se com os fantasmas. Alguns estudiosos têm a esperança de que um dia poderão provar que os mortos podem entrar em contato vida e de fornecer uma resposta definitiva para o mistério.

4- Desaparecimentos misteriosos

Em muitos casos, há pessoas que desapareceram de repente sem deixar um único rastro. Muitos destes desaparecimentos se resolvem com o tempo através de inquérito policial, confissão, um acidente, mas, nunca graças a um “detetive psíquico”. Há uma série de desaparecimentos que nunca foram resolvidos e que aparentemente continuarão sem solução. São inúmeros os casos de pessoas que da noite para o dia desaparecem sem deixar rastro.

Durante a Guerra de Sucessão espanhola de 1707, 4 mil homens de uma força de invasão marchando ao pé dos Pirineus, a caminho da Espanha, através de uma passagem da montanha. simplesmente desapareceram. Este grupo nunca alcançou seu objetivo, nem jamais foi encontrada. Durante a invasão francesa da Indochina por volta do século XIX, 650 fuzileiros marchando para Saigon, desapareceram sem nem mesmo ter encontrado o inimigo. A possibilidade de que os fuzileiros pudessem ter sido emboscados pelas forças vietnamitas foi descartada já que um outro grupo seguia de perto os fuzileiros e não ouviu os sons de um encontro armado, nem encontrou armas espalhadas, equipamentos ou corpos. Pode-se destacar que há, também, certos locais no planeta famosos por desaparecimentos humanos. Um exemplo é o Triângulo das Bermudas e o Triângulo do Diabo, do Japão, tem formado parte dos estudos populares paranormais há décadas.

Há uma explicação do parapsicólogo argentino Juan Jacobo Bajarlya que admite a existência de um fenômeno conhecido como hiloclastia - a penetração da matéria pela própria matéria. Este fenômeno explica como um objeto sólido pode atravessar uma parede por outra dimensão sem deixar um traço físico. Apesar da teleportação ser um efeito colateral da hiloclastia, o Dr. Bajarlya afirma que efeitos paranormais somente poderiam acontecer em um estado de transe paragnosia (o estado de consciência paranormal), que supera os cinco sentidos, ao longo da razão e da vontade livre. A energia produzida pelo indivíduo vivenciando esta condição, geralmente como resultado do medo, pode ser tão forte que consiga fazer com que a pessoa levite ou seja atirada a uma outra dimensão, ou a coloque em um lugar inalcançável. Um tratamento mais completo desta hipótese interessante aparece no trabalho do Dr. Antonio Las Heras, “Respuestas al Triângulo de las Bermudas”. Loucura ou não são teorias.

3- Intuição

Há quem a chama do “sexto sentido”, mas em alguma ocasião todos já experimentaram a intuição em um momento ou outro. Este conceito de “intuição” é, convencionalmente erróneo. Alguns psicólogos optam afirmar que no subconscientemente há informações ocultas sobre o mundo que nos rodeia, nos conduzindo, aparentemente, a determinadas informações que sequer sabemos exatamente o que é. Mas, o porquê de uma pessoa ser capaz de ter uma intuição que se cumpre é um grande mistério que ainda não foi resolvido.

2- Pé Grande

Apesar das centenas de testemunhas que afirmam ter visto esse misterioso ser peludo de pés grandes, jamais foi encontrado nem um só corpo. Seu provável haibat natural fica nas florestas densas no noroeste dos Estados Unidos e oeste do Canadá. Até hoje nunca uma criatura dessa foi morta por um caçador ou corpo encontrado, com exceção de pegadas suspeitas encontradas por um grupo de aventureiros chamados Seekers-Malaysia. Na ausência de provas sólidas, como os dentes ou ossos, o apoio é reduzido para testemunhas oculares e imagens ambíguas e filmes. Uma vez que é logicamente impossível demonstrar uma negativa universal, a ciência nunca será capaz de mostrar que criaturas como Bigfoot ou o monstro do Lago Ness não existe. Para Grover Krantz, pesquisador especializado em criptozoologia (ciência que estuda espécies de animais ainda desconhecidas ou presumivelmente extintas), o Pé-Grande é um descendente do “gigantopithecus”, uma espécie de primata que habitava a Terra há 3 milhões de anos. O mais famoso relato de pé-grande foi feito por Roger Patterson, que teria filmado uma das criaturas no Estado de Washington, EUA, em 1967. Esta filmagem ficou famosa no mundo inteiro e intriga pesquisadores até hoje.

1- O Zumbido de Taos (Taos Hum)

O “Taos Hum” é um som de volume baixo que é ouvido em várias partes do mundo. Especialmente nos EUA, Reino Unido e no norte europeu. É normalmente ouvido em lugares silenciosos, e seu som lembra um motor a diesel distante. Desde que foi provado que esse som é indetectavel por microfones ou antenas de comunicação, sua fonte e natureza ainda permanecem um mistério.

Em 1997 foi realizado um congresso feito por alguns dos cientistas e observadores dos mais prestigiados institutos de pesquisa do país, para para pesquisarem um estranho barulho de baixa freqüência ouvida pelos moradores e vizinhos da pequena cidade de Taos, Novo México (EUA). Aqueles que ouviam o barulho, descrito por eles como um “Hummm” , procuram por respostas. Apesar de congressos e pesquisas, até hoje ninguém sabe a verdadeira causa deste sinistro barulho. Curiosamente, apenas cerca de 2% dos moradores Tao alegam terem ouvido esse som.

Traduzido e baseado na publicação da Live science.

Um comentário:

Sr. Tragalhadanças disse...

Ola! Venho lhe informar que o texto sobre Fenomenologia está bem incompleto e sem a verdade sobre um fato amplamente estudo recomendo pesquisar o site www.clap.com.br e lá tb irá encontrar bibliografia extensa sobre o assunto e embasamento teológico e outros padres e estudiosos que trabalham para a igreja e ciência.
obrigado!
Ps. consultar a universidade de Duke nos EUA sobre parapsicologia